Mercado de Locação

Startup de aluguel de equipamentos Blips capta R$ 10 milhões

Por Gabriela Del Carmen, do Startups

Blips, startup de aluguel de equipamentos para ajudar pequenos empreendedores, prepara-se para aumentar o portfólio de produtos e serviços no Brasil. Para turbinar os planos, a companhia recebeu uma série A de R$ 10 milhões da aceleradora In.Pulse, de Uberlândia (MG).

A história da empresa começa com as impressoras plotters – aquelas usadas para imprimir trabalhos em grandes dimensões, como mapas cartográficos, projetos de engenharia e plantas arquitetônicas. Quem atua no setor gráfico e precisa dessas máquinas para tocar seu negócio pode alugar os aparelhos da Blips por parcelas mensais a partir de R$ 1.300, sem reajuste e com garantia estendida durante todo o contrato.

Para apoiar a jornada dos empreendedores, a rentaltech criou uma plataforma educacional com conteúdos de técnicas de gestão, growth e conhecimentos técnicos para a utilização dos equipamentos. A empresa conta ainda com uma rede de técnicos credenciados para agilizar a resolução de quaisquer problemas com rapidez e eficiência.

Agora, com o caixa reforçado, a startup espera entrar em 2 novos segmentos: alimentação, com máquinas de café e sorvete, e marcenaria, com recorte a laser. “Já estamos testando um lote de 60 equipamentos e fazendo as melhorias para que eles tenham uma durabilidade de pelo menos 5”, diz Adolfo Sortica, diretor-executivo da startup. Com as novidades, a empresa espera crescer de 100% a 200% no próximo ano.

Lançada em 2019, a companhia atende cerca de 200 empreendedores em todos os estados do Brasil, gerando um faturamento de mais de R$ 10 milhões em contratos.  O modelo de operação é diferente de um leasing, ou de um aluguel, oferecendo recursos de assistência técnica, treinamento, marketplace e a plataforma educacional.

SÓ NA BLIPS

Tá, daí você pensa: mas desde quando uma empresa locação de equipamentos é uma startup? Com a palavra, Adolfo: “Nosso grande diferencial é o bloqueio do maquinário”, diz o fundador se referindo à tecnologia desenvolvida pela pela própria rentaltech para garantir que os clientes cumpram o contrato de locação. Em caso de não pagamento da mensalidade, o sistema automaticamente bloqueia o funcionamento dos equipamentos, e os clientes não conseguem utilizá-los até depositar o dinheiro. “Essas máquinas são fundamentais para os negócios de muitos empreendedores. Eles sabem que se não fizerem o pagamento, o aparelho não funciona e, consequentemente, a empresa para de funcionar”, explica o empreendedor.

A tecnologia, presente em todas as máquinas da empresa, também vem com um sistema de análise de produção. A equipe da Blips consegue checar o motivo de o cliente não ter efetuado o pagamento – se foi por falta de dinheiro no caixa ou má administração do negócio. “Em alguns casos, podemos negociar. Se o empreendedor assistir a um curso de gestão, não precisa pagar a multa. Abrimos mão dessa receita para apoiar o desenvolvimento das pessoas e garantir que o erro não aconteça novamente”, afirma Adolfo.

É por isso que, segundo o executivo, a inteligência das máquinas é fundamental para ajudar os clientes a otimizar o negócio, economizar tempo, dinheiro e identificar os aspectos que ainda podem melhorar. O software ainda indica quantas máquinas estão ligadas, se a impressora está ficando sem cartucho e se a tinta está em promoção no marketplace Blips, onde o cliente pode comprar e financiar suprimentos e insumos dos aparelhos.

Como diferencial, a companhia também oferece capacitação de profissionais prestadores de serviço. Os técnicos Blips ganham um valor ao cliente fechar o acordo e por cada instalação de equipamento realizada. Além disso, têm acesso exclusivo à Academia de Treinamentos Blips para sua qualificação.

“A prestação de serviço é um ponto de atenção em todos os segmentos, pois a mão de obra é bastante escassa”, diz Adolfo, ao explicar que um dos objetivos da startup é ajudar a criar novos profissionais. Com mais de 100 técnicos parceiros distribuídos em 25 estados do Brasil, a startup garante que os clientes tenham o apoio de um profissional que esteja geograficamente próximo do negócio.

Fonte: Startups

0 comentário em “Startup de aluguel de equipamentos Blips capta R$ 10 milhões

Fale Conosco
%d blogueiros gostam disto: