Mercado de Locação

E-commerce ou site? Entenda a diferença e saiba qual escolher para a sua locadora online

Apesar do e-commerce estar presente na vida de grande parte das pessoas, tendo arrecadado mais de R$87 bilhões em 2020, o termo em si ainda causa dúvidas na população. É comum que ele seja confundido com “site”, “loja online” e, até mesmo, “marketplace”. Entretanto, é preciso compreender as características e diferenças entre esses ambientes para que a sua empresa de locação online tenha sucesso.  

O embrião do e-commerce teve origem por volta dos anos 1970, quando alunos das Universidades de Stanford e do MIT usaram uma rede antecessora à internet para comercializar cannabis entre eles. Mas, a primeira, verdadeira, compra e venda digital aconteceu, somente, em 1979, com a Videotex. Ela era uma espécie de televisão modificada, criada por Michael Aldrich, que permitia fazer compras online. 

Depois disso, os processos foram evoluindo e, em 1992, foi desenvolvido o primeiro website comercial, ele vendia livros e processava os pagamentos com cartão de crédito. Em 1995, foram fundadas a Amazon e o eBay, disseminando o consumo no mundo digital. 

Atualmente, a importância da internet para as empresas é clara: se o negócio não está no mundo virtual, ele não existe. E se ele não existe, você não fecha contratos. Entretanto, é de extrema importância entender no que consiste um e-commerce e qual a diferença entre esse tipo de plataforma e, por exemplo, um site para compreender que tipo de estratégia deve ser usada e qual formato é mais recomendado para a sua empresa de locação de equipamentos. 

Para isso, continue neste artigo! Aqui, você verá: 

  1. O que é um site
  2. O que é um e-commerce?
    2.1. Qual a diferença entre e-commerce e site?
    2.2. Qual a diferença entre e-commerce e loja virtual?
    2.3. Qual a diferença entre e-commerce e marketplace?
    2.4. Qual escolher? 
  3. Eloca: o que é, vantagens e como adotar essa plataforma

    1. O que é um site

Site é uma abreviação de website, o termo “web” significa rede e é o nome dado a rede mundial de computadores. Já “site”, quer dizer lugar. Ou seja, site é um conjunto de páginas que está em um lugar na rede.  

Para ter um site, é preciso possuir uma hospedagem, serviço online que permite a publicação na internet, como se fosse o aluguel de um espaço digital, e um domínio, isto é, um endereço para que os clientes te encontrem 

Existem diferentes tipos de site, sendo os principais: 

  • Blog: um domínio na internet no qual o usuário pode contar histórias, publicar conteúdos pessoais ou escrever sobre qualquer tipo de assunto; 
  • Sites para apresentação: uma forma de divulgar o seu negócio ou trabalho, indicando quem você é e quais são seus serviços; 
  • E-commerce: possibilita o consumo de produtos 24h por dia.

O mais comum é a utilização de sites no formato de apresentação, especialmente, institucional, servindo como primeiro contato entre o cliente e a marca. Nesses casos, são apresentadas a história da empresa, contatos e os serviços realizados. Para atrair mais acessos, e, consequentemente, ter mais chances de fechar mais contratos, as companhias têm investido, cada vez mais, nos blogs integrados, assim, é possível criar conteúdos que aumentem o tráfego do seu site. 

2. O que é um e-commerce? 

Chamado, em portugês de “comércio eletrônico”, são negócios nos quais as transações comerciais acontecem por meio de ferramentas online. É uma modalidade de comércio por meio da qual os contratos, bem como as transações financeiras, são feitas totalmente pela internet. 

2.1. Qual a diferença entre e-commerce e site 

Apesar de ser um tipo de site, ele envolve muito mais que apenas a criação de páginas. O e-commerce digitaliza integralmente a venda e o atendimento ao cliente, abrindo portas também para outras automações. Por exemplo, marketinggestão de negócios e de estoque. 

2.2. Qual a diferença entre e-commerce e loja virtual 

Como visto, o e-commerce não se restringe, somente, ao site ou portal de vendas. Entende-se que a loja virtual é o único canal de vendas de um e-commerce, sendo as redes sociais, e-mail marketing e outros apenas meios de comunicação com os clientes. Dessa forma, a loja virtual é uma parte do e-commerce. 

2.3. Qual a diferença entre e-commerce e marketplace 

Enquanto no e-commerce são oferecidos produtos de um único negócio, o marketplace funciona como uma plataforma online que reúne artigos de diversas marcas. Por exemplo, na sua empresa de locação online estão disponibilizados apenas equipamentos que você oferece para aluguel. Já em um marketplace, seriam ofertadas as suas máquinas e de outras instituições também. 

2.4. Qual escolher? 

Cada negócio possui uma estrutura diferente e, portanto, têm necessidades específicas. Porém, de modo geral, os consumidores buscam resolver o máximo de questões possíveis sem necessitar falar com a empresa ou com um atendente. Portanto, o site não é o recomendado para realizar a locação. 

Já em relação ao marketplace, há alguns pontos que podem ser motivo para preocupação. Por exemplo, algumas plataformas podem demorar até 45 dias após a entrega para enviar o pagamento; cobrança de taxas ou comissões; competição com concorrentes dentro da mesma plataforma e não é possível customizar a sua página. 

Assim, dentre essas opções, é possível considerar o e-commerce como melhor custo-benefício. Ele apresenta mais praticidade aos clientes, facilidade na criação de anúncios, possibilita acompanhar os resultados do seu negócio e facilidade para monitorar os consumidores. 

3. Eloca: o que é, vantagens e como migrar para essa plataforma 

Eloca é uma plataforma que auxilia na migração da sua empresa de locação de equipamentos para o mundo online. O nosso principal objetivo é trazer benefícios tanto para locadoras, por meio de soluções digitais, quanto para os clientes, que terão rápido acesso ao que necessitam. Para isso, oferecemos uma série de vantagens para ambos os lados!  

Dentre os benefícios proporcionados, estão a possibilidade de funcionamento 24/7, automação no processo, presença online, melhor experiência para os clientes e diferentes planos e preços. Entenda mais sobre os motivos para usar o Eloca na sua locadora. 

Sua empresa de aluguel de equipamentos pode ter o e-commerce de locação desenvolvido pela nossa equipe em apenas 4 passos: 

Passo 1: Na homepage do Eloca (https://eloca.com.br/), preencha seu nome, e-mail e telefone e clique em “Consultar Planos e Preços”.  

Passo 2: Verifique os recursos oferecidos nos planos (SmallBuisnessEnterprise e Eloca + ERP Ótimo Gestor) e veja qual deles atende melhor às suas necessidades. Oferecemos opções a partir de apenas R$99 por mês.  

Passo 3: O time da Eloca entrará em contato para coletar os dados e materiais necessários a fim de desenvolver a sua locadora online personalizada.  

Passo 4: Nossa equipe fará a implantação e publicação da sua locadora online 

Logo em seguida, sua empresa já estará pronta para fazer o aluguel dos equipamentos e contará com os especialistas para suporte, consultoria para uso da ferramenta e esclarecimento de dúvidas.  

Para saber mais informações entre em contato com a equipe Eloca e assine o pacote que mais combina com as suas necessidades.

Fonte: Eloca

0 comentário em “E-commerce ou site? Entenda a diferença e saiba qual escolher para a sua locadora online

Abra o Chat
Fale Conosco
%d blogueiros gostam disto: