Veículos & Mobilidade

Preço da gasolina faz número de habilitações para moto crescer 65%

Com a sequência de altas no preço da gasolina, os cidadãos têm procurado alternativas mais econômicas de transporte como a substituição do carro pelas motocicletas.

Um levantamento do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) indica que o número de primeiras habilitações para categoria A (moto) emitidas em março deste ano cresceu 64,7% no Estado, se comparado com o mês de fevereiro. Foram 2.002, contra 1.214 no mês passado.

Esse é o maior número registrado desde janeiro de 2020, quando 2.104 habilitações foram emitidas.

Esse crescimento em março não foi à toa, ele coincide com a alta no valor da gasolina, que aumentou 6,9% no período, e atualmente está, em média, na casa dos R$ 7,32 por litro, segundo levantamento do Índice de Preços Ticket Log.

Economia

Com apenas um litro de combustível, motos, scooters e motonetas podem rodar até 50 km. Um carro popular dentro das melhores condições circula em média de 14 a 19 km/l com a mesma quantidade do combustível.

“A alta reflete a busca por um combustível mais econômico. Os números mostram que a troca do carro pela moto é uma das alternativas encontradas para condutores que circulam constantemente. Mas é muito importante que todos os cidadãos façam todo o processo de habilitação de forma correta, nas autoescolas credenciadas pelo Detran-SP”, destaca Neto Mascellani, diretor-presidente do Detran-SP, em nota divulgada.

Fonte: Motor show

0 comentário em “Preço da gasolina faz número de habilitações para moto crescer 65%

Fale Conosco
%d blogueiros gostam disto: