Mercado de Locação

Locadoras divulgam balanço e destaque fica com estreante Vamos

As companhias de locação de veículos encerraram, na última quinta-feira (29), os resultados do setor de locação de veículos do segundo trimestre de 2021. Localiza (RENT3)Unidas (LCAM3) e Movida (MOVI3) são nomes mais conhecidos entre os investidores brasileiros. O destaque do trimestre, porém, para alguns, foi uma recém-estreante na bolsa: a Vamos (VAMO3), subsdiária da Simpar (SIMH3) que realizou seu IPO no fim do primeiro trimestre de 2021.

“Já esperávamos que a Vamos apresentasse o melhor resultado do segundo trimestre de 2021 dentre as locadoras, mas os números reportados ainda superaram as nossas estimativas”, afirmam os analistas Alexandre Kogake e Flávia Ozawa, da Eleven.

A Vamos viu a sua divisão de locação vir com uma receita líquida de R$ 253 milhões, alta de 32% no ano, e a sua de concessionárias registrar R$ 413 milhões, avanço de 198% na mesma comparação.

Segundo os analistas da Eleven, os 271 novos contratos assinados pela companhia no 2TRI21, no valor de R$ 912 milhões, e o R$ 1,9 bilhão de Capex (alta de 48% no ano), foram destaques. “Crescimento da frota mais rápido que o esperado e maiores receitas nas concessionárias foram as principais causas para os números reportados superarem nossas projeções”, disseram.

Destaque

O BTG Pactual, que divulgou relatório sobre o resultado da Vamos, foi pelo mesmo caminho. “O trimestre foi forte, acima das nossas já otimistas estimativas, e o lucro líquido, 12% acima das estimativas do banco, é, para nós, o principal destaque”, disseram os analistas Lucas Marquiori, Fernanda Recchia e Aline Gil.

O banco de investimentos também aponta para a questão do Capex, afirmando que a Vamos optou por bancar uma frota mais forte, de olho nos próximos trimestres.

Se a companhia optou por investir em frota, o resultado da Localiza, para alguns analistas, frustrou por ir no sentido contrário. Para a Eleven, a RENT3 empresa preferiu por uma gestão mais cautelosa da frota, vendendo mais carros, comparativamente, do que as demais.

“Esperávamos uma redução maior no número de carros vendidos no trimestre e um aumento menor do preço de venda e, assim, a receita de seminovos superou nossa projeção em 7,8% e o EBITDA em 22,4%”, comentam Kogake e Ozawa.

O ganho registrado com venda de seminovos ajudou a minimizar os resultados fracos do aluguel de carros (RAC), que viu o número de diárias cair mais de 10%, e o de gestão de frotas, no qual a receita avançou menos do que nas concorrentes.

Venda de seminovos

O balanço da Movida, diferentemente do da Localiza, não frustrou os consensos e o seu braço de aluguel chegou a bater recordes para um trimestre. Boa parte dos resultados, porém, foi impulsionado pelo mesmo motivo: o desempenho do setor de vendas de carros seminovos.

O Credit Suisse, com isso, foi no mesmo caminho afirmando que é necessário avaliar que a venda de carros seminovos é, praticamente, algo não recorrente. “É consequência de preços elevados na venda para carros adquiridos a preços muito mais baixos. As margens devem normalizar no final de 2022 ou em 2023”, disseram.

A Eleven pontua que, a despeito do ganho com a venda de seminovos, a Movida vem aumentando sua frota, se preparando para resultados mais fortes no segmento de aluguel em breve.

O balanço da Unidas, segundo a mesma casa de research, é um bom indicador para o fato de que o desempenho do aluguel de carros e de frotas deve melhorar nos próximos meses. Apesar de ter, também, lucrado com seminovos, o balanço mostra alguma recuperação para o setor.

“ A Unidas reportou mais um bom resultado, com crescimento no EBITDA de 5,5% na base trimestral e com mais um trimestre de recorde de contratação de veículos. Com base na recuperação do volume do RAC dentro do 2T21, esperamos que o próximo trimestre seja ainda mais forte, afirmaram os analistas. Esse setor, apesar da recuperação, ainda é impactado pelas medidas restritivas impostas como forma de controle à Covid-19.

Recomendações

A Eleven e o BTG recomendam a compra de Vamos, com preço-alvo, respectivamente, em R$ 81 e R$ 73.

Para Localiza e Unidas, a recomendação da Eleven é de neutra, com preço-alvo de R$ 73 e R$ 33. Apesar do bom desempenho da segunda, o mercado já se antecipou, em parte, à possível fusão das duas – que espera liberação do Cade.

Para a Movida, o Credit Suisse também deixou a recomendação neutra, apontando para uma depreciação maior no futuro, impulsionada pelo envelhecimento da frota da companhia.

Fonte: Eu quero investir

0 comentário em “Locadoras divulgam balanço e destaque fica com estreante Vamos

Abra o Chat
Fale Conosco
%d blogueiros gostam disto: