Mercado de Locação

Carros elétricos são mais baratos de manter, mas podem custar mais para consertar, diz pesquisa

A hipótese é a seguinte: possuir um carro elétrico deveria ser mais barato porque tem menos peças móveis e não requer a troca de óleo constante, um item básico de conservação para o motor de combustão interna. No entanto, uma pesquisa aprofundada da empresa analítica We Predict mostra que os EVs de hoje podem “pesar no bolso” ao levar em conta o quesito manutenção.

De acordo com o levantamento, um elétrico pode sair mais caro do que um carro movido a gasolina ou etanol. A empresa exemplifica os resultados levando em consideração dois seguimentos: custos de serviço (quando você leva um veículo para reparos) e de manutenção (desgaste, substituições de fluidos e etc). Em três meses, os gastos com um EV são 2.3 vezes maiores do que um automóvel comum. Em 12 meses, as despesas ainda são 1,6 vezes mais altas.

Em números financeiros mais concretos, a We Predict revelou que os custos relacionados ao serviço foram em média US$ 306 por veículo elétrico (R$ 1.597), enquanto um carro movido a combustível custou em média US$ 189 (R$ 986).

Carros elétricos
Carros elétricos: mais baratos de manter, porém mais caros para consertar, diz pesquisa. Imagem: Nick Starichenko/Shutterstock

Mas, por que isso ocorre? Bem, os carros elétricos ainda são novos no cenário automotivo, e os centros de serviço e mecânicos precisam de mais horas ao trabalhar com os veículos, visto que leva mais tempo para diagnosticar um problema em comparação com os motores tradicionais (e nem todos os profissionais são familiarizados com a nova tecnologia). Conforme o estudo, os EVs exigem 1,5 vezes mais horas de trabalho e 1,3 vezes mais mão-de-obra, em média, para o conserto.

O resultado final, segundo a We Predict, é que a indústria ainda está “em fase de lançamento” e, por isso, está ainda trabalhando nos detalhes para lidar com o consumidor, o que significa, ao menos temporariamente, aumentar os custos. No entanto, embora a manutenção de um elétrico valha mais hoje, o preço real de estabilidade/conservação de um carro movido a bateria é menos que a metade do que custa um veículo com motor de combustão interna. Em média, os proprietários de EV gastam apenas US$ 7 (R$ 36) para manter os automóveis em perfeito estado dentro do primeiro ano de uso, enquanto os motoristas de uma máquina movida a combustível desembolsam US$ 30 (R$ 156).

A situação parece um quadro de curto prazo, entretanto, melhores dados não serão levantados até que os EVs estejam na estrada por mais tempo e em mais lugares. Porém, algo parece bastante claro: os carros elétricos vão exigir mais dinheiro do bolso para reparos, mas os benefícios de estabilidade e manutenção a longo prazo podem superar essas despesas.

Fonte: CNET

0 comentário em “Carros elétricos são mais baratos de manter, mas podem custar mais para consertar, diz pesquisa

Abra o Chat
Fale Conosco
%d blogueiros gostam disto: